Motivado por sua paixão pela arte circense, Donny dos Santos reuniu em 2013 alguns malabares e amigos para treinar circo na Praça Nauro Machado. Ele só não imaginava a dimensão dos frutos que essa união iria trazer. Hoje, seis anos depois, o coletivo O Circo Tá Na Rua segue levando mais vida e alegria às noites de segunda-feira do Centro Histórico de São Luís.

O primeiro contato do Donny com os malabares surgiu através de uma oficina gratuita. E isso o motivou a também levar a arte circense de forma acessível para todos os públicos. Em 2013, depois de fazer a recepção do Festival BR 135, o artista e os amigos resolveram começar a fazer algo além do Circo: ensinar a expressão artística para pessoas de todas as idades e vindas de todos os cantos.

Donny acredita no poder transformador que o Circo tem. Mais que apresentar técnicas aos ludovicenses e turistas, O Circo Tá Na Rua ajuda a valorizar ainda mais um local tão importante para a ilha e transformar a realidade de muitas pessoas.

São centenas de pessoas mobilizadas, entre os participantes do projeto, visitantes do Centro Histórico e os próprios comerciantes, que levam seus filhos para acompanharem as brincadeiras e já chegam a pedir à organização que o Circo aconteça durante mais dias da semana.

Grande exemplo de #Generocidade, o Donny dá a deixa para quem tem amor e quer criar atitude pelo lugar em que vive:

“Se cada pessoa se reconhecer, no que consegue fazer e no que pode fazer e demandar pequenas horas do seu dia ou da sua semana pra determinada atividade, se cada um disponibilizasse um pouquinho com certeza a gente teria uma cidade melhor.”

É esse o ensinamento de quem se dedica a construir uma São Luís melhor. O Circo Tá na Rua acontece todas as segundas-feiras, na Praça Nauro Machado, é gratuito e aberto ao público. Para acompanhar o coletivo, é só segui-lo no Instagram: @ocircotanarua.

Ficou com vontade de conhecer mais sobre a história do Donny? Acompanhe o movimento no Facebook, Instagram e Twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário