Fazer o bem pela nossa cidade e pelas pessoas é, na maioria das vezes, uma questão de atitude, dar o primeiro passo. E foi isso que um grupo de amigos decidiu fazer para tornar as praias de São Luís mais limpas. Juntos, o Enildo, o Manoel, e outras dezenas de ludovicenses passaram a espalhar consciência ambiental através do Projeto Pôr do Sol.

“O projeto surgiu de uma forma inesperada. A gente estava passeando e viu a quantidade de lixo que tinha numa praia tão linda e privilegiada”, conta Enildo Sá. Foi aí que decidiram destinar os sábados para praticar a #Generocidade e batizar o projeto com um dos grandes espetáculos da natureza: o pôr do Sol. São cerca de 30 jovens que saem pelas praias da ilha recolhendo resíduos e praticando outras ações em diversas comunidades da cidade.

Para o Manoel Martins, essas são pequenas ações que geram grandes mudanças. “A gente não vai mudar o mundo de um dia pro outro, são ações pequenas. Se você tá com uma balinha, um saquinho, ao invés de descartar de maneira irregular, guarda no bolso. Você já vai estar salvando um animal marinho e contribuindo pra mudança do mundo como um todo”, comenta.

“A gente tenta intervir ambientalmente e socialmente. Não adianta a gente ir pra praia só catar o lixo. A gente tem que ir fazer o trabalho de reeducação ambiental, conscientizar a pessoa de que lugar de lixo é no lixo”

Ações sociais 

Além de desempenhar as ações de limpeza, o grupo também realiza trabalho social em comunidades de São Luís que possuem uma realidade sensível. Para o Natal, a ideia do projeto é fazer um sopão solidário, com distribuição de cestas básicas, brinquedos, roupas e recreação para as crianças.

“Acho que o mundo anda muito sem vida, as pessoas andam correndo demais e algumas coisas acabam passando despercebidas, quando na verdade a gente tem que dar mais amor pro próximo”, complementa Manoel.

Para apoiar o Projeto Pôr do Sol ou ser voluntário, basta entrar em contato com o grupo através das redes sociais: @projetopds.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *