Mandingueiro, em uma roda de Capoeira, significa “pessoa com muita sabedoria”. E se os jovens são o futuro do lugar em que vivemos, precisamos agir para que eles conduzam o nosso amanhã da forma mais sábia possível. Por isso, um projeto que tem mais de 20 anos se dedica a transmitir valiosas lições para crianças e adolescentes de São Luís através da Capoeira de Angola e das mais diversas manifestações culturais maranhenses: o Mandingueiros do Amanhã.

A ONG, que não possui fins lucrativos, atua em bairros do Centro da ilha, como a Madre Deus e Praia Grande, e surgiu através da iniciativa de dois mestres de Capoeira, um deles, Mestre Bamba, que atualmente dirige as atividades. As ações acontecem de segunda a sábado, em um casarão situado na Rua Portugal, no Centro Histórico.

Formação cultural e cidadã, direitos e fortalecimento da cultura local são três dos principais pilares e valores do projeto, que também conta com a Orquestra de Berimbaus Mandingueiros do Amanhã, que já chegou a receber prêmio do Ministério da Cultura, em 2008.

No projeto, a Capoeira funciona como uma porta de entrada para que os alunos recebam ensinamentos tão valiosos quanto a manifestação cultural, como o conhecimento sobre o ECA, o Estatuto da Criança e do Adolescente. Um verdadeiro ensinamento de cidadania e promoção de autoestima.

Essa é a prova de que a cultura tem o poder de transformar realidades, e que boas iniciativas podem gerar grandes aprendizados de cidadania e #Generocidade para nossas crianças e adolescentes.

Para acompanhar as ações dos Mandingueiros do Amanhã, é só acompanhar o projeto nas redes: @mandingueirosdoamanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *